Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lula foi à lona em Bogotá

O pastelão encenado no picadeiro do Circo do Planalto por Dilma Rousseff, Nelson Jobim e Celso Amorim acabou ofuscando o fiasco do palanque ambulante em Bogotá, onde fez escala na quinta-feira passada para animar um encontro entre empresários brasileiros e colombianos. Lula estava lá para discorrer sobre as relações entre os dois países. No meio […]

O pastelão encenado no picadeiro do Circo do Planalto por Dilma Rousseff, Nelson Jobim e Celso Amorim acabou ofuscando o fiasco do palanque ambulante em Bogotá, onde fez escala na quinta-feira passada para animar um encontro entre empresários brasileiros e colombianos. Lula estava lá para discorrer sobre as relações entre os dois países. No meio da discurseira, resolveu discutir a relação com Alvaro Uribe. Foi nocauteado no primeiro assalto.

Caprichando na pose de consultor-geral do mundo, com os olhos voltados para o presidente Juan Manuel Santos, Lula cruzou a fronteira da civilidade com a desfaçatez dos inimputáveis. “Estou certo que você e a presidenta Dilma Rousseff podem fazer mais do que fizemos o presidente Uribe e eu”, começou. Pararia por aí se fosse sensato. Nunca será, confirmou a continuação do falatório: “Tínhamos uma boa relação, mas com muita desconfiança. Não confiávamos totalmente um no outro”.

Lula confia em delinquentes, cafajestes, doidos de pedra, assassinos patológicos, sociopatas, ladrões compulsivos ─ e em qualquer obscenidade cucaracha. Hugo Chávez é um bolívar-de-hospício, mas o amigo brasileiro participou até de comícios eleitorais na Venezuela. Evo Morales tungou a Petrobras e anistiou os ladrões de milhares de carros brasileiros, mas Lula tem muito apreço por um lhama-de-franja. Cristina Kirchner não perde nenhuma chance de atazanar exportadores brasileiros, mas Lula não resiste ao charme da inventora do luto de luxo. O único problema do subcontinente é Uribe.

Embora desprovido de razões para desconfianças, Lula foi permanentemente desrespeitoso ─ e frequentemente grosseiro ─ com o colombiano que também conseguiu dois mandatos nas urnas, despediu-se da presidência com 85% de aprovação nas pesquisas e transmitiu o cargo ao sucessor que escolheu. Embora sobrassem motivos para desconfiar de Lula, Uribe sempre o tratou com respeito e elegância. E suportou pacientemente, durante oito anos, as manifestações unilaterais de hostilidade.

A paciência chegou ao fim, avisou a devastadora sequência de mensagens divulgadas por Uribe no Twitter. “Lula criticava Chávez em sua ausência, mas tremia quando ele estava presente”, pegou no fígado o primeiro contragolpe. Outros três registraram que  “Lula se negou a extraditar o Padre Medina, terrorista refugiado no Brasil”, que “Lula procurou impedir que a televisão transmitisse a reunião da Unasul em Bariloche que discutiu o acordo militar entre a Colômbia e os Estados Unidos” e que “Lula jamais admitiu que os integrantes das FARC são narcoterroristas”.

O quinto contragolpe ─ “Lula fingia durante o governo que era o nosso melhor amigo” ─ não seria o último. Mas o nocaute já se consumara quando foi desferido. É compreensível que o viajante ainda estivesse grogue no dia seguinte, como comprovam a forma e o conteúdo da entrevista publicada pelo jornal O Tempo. “Sinceramente, estranhei muito a reação do companheiro Uribe, por quem tenho profundo respeito”, recuou o palanqueiro, que se negou a comentar o teor das mensagens.

“Se ele tem alguma dúvida com alguma coisa que eu disse, seria mais fácil me chamar em vez de tuitar”, queixou-se. O uso do neologismo parece ter induzido o repórter a acreditar que Lula tem intimidade com modernidades virtuais. Pretendia usar o twitter para responder a Uribe? , quis saber o jornalista. “Não, porque é preciso pensar antes de dizer as coisas, e muitas vezes no Twitter a pessoa não pensa, simplesmente escreve”, desconversou.

Como o entrevistador não replicou, pode-se deduzir que não conhece direito o entrevistado. Deveria ter-se informado com Uribe, que sabe com quem está falando. O ex-presidente colombiano sabe que Lula é do tipo que primeiro fala e depois pensa ─ se é que pensa. Sabe que Lula não escreve, em redes sociais ou num guardanapo do botequim, pela simples e boa razão de que não quis aprender a escrever.

Lula comprou a briga usando o microfone. Colidiu com a palavra escrita e acabou nocauteado pelo Twitter.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Saulo

    Maldade, Saulo! O “jegue alcoólatra” tinha apenas tomado umas e outras. “Táva bebim,bebim”, apenas isso.

    Curtir

  2. Comentado por:

    BSB

    Este sujeito esta mais para um VENTRILOCO?
    É Acha quem lhe de ouvidos?
    É Sé acha o tal?

    Curtir

  3. Comentado por:

    arilson sartorato

    CARO AUGUSTO: ACABO DE VOLTAR DA ARGENTINA, E VI QUE O LULA ESTÁ AMEALHANDO DISCIPULOS, A CRISTINA ESTÁ NO MESMO CAMINHO DO LULA, OU SEJA POPULISTA,MANIPULADORA DOS IGNORANTES, COMPROU ATÉ OS DIREITOS DE TRANSMISSÃO AO VIVO DE FUTEBOL NA TV ABERTA, COM O SLOGAN EMBAIXO DO VIDEO, ‘ FUTEBOL PARA TODOS” populismo barato igual ao do camarada lula,aliás ela se acha a nova EVITA.

    Curtir

  4. Comentado por:

    arilson sartorato

    TEM UM TAL DE VITOR PENA Aì EMBAIXO, QUE REALMENTE ´DÀ P E N A DELE.””

    Curtir

  5. Comentado por:

    eduardo

    Vitor da pena !!
    Nesse ambiente ninguem quer ser isento … ao contrário … aqui ninguem gosta dos PTralhas !! dos incomPTntes e muito menos do caPTa do seu chefete !!
    .
    vai pra carta capital reclamar !!
    .

    Curtir

  6. Comentado por:

    NEGÃO

    Está faltando muitos URIBES em nossa oposição neste país, para falar na CARA desse BÊBADO megalomaniaco o que ele precisa escutar…Ele se acha o rei da cocada, falando B___STA o tempo todo e ninguém para contestá-lo…

    Curtir

  7. Comentado por:

    Paulo Cardoso Jr.

    Não o conheco, mas sou Uribe desde criancinha.

    Curtir

  8. Comentado por:

    MALDONADO

    O “ESTALTA MAGESTOSA HONORIS” LEVOU A RALADA QUE MERECIA, NO MAIS VIVAS AO URIBE.

    Curtir

  9. Comentado por:

    Geraldo Magela Gonçalves Lacerda

    Para tentar entender a turminha do PT, temos que ler “A Revoluçao dos Bichos” – George Orwell.
    pt

    Curtir

  10. Comentado por:

    Nelson Goro

    Lula fala antes e pensa depois. Se é que PENSA.

    Curtir