Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Lula finge que ignora até quanto embolsa por mês

1 Minuto com Augusto Nunes: O palavrório sobre a renda mensal do camelô de empreiteira é um monumento à vigarice

Por Augusto Nunes - Atualizado em 15 mar 2017, 16h22 - Publicado em 14 mar 2017, 19h08

O juiz federal Ricardo Leite quis saber nesta terça-feira quanto ganha por mês o réu Luiz Inácio Lula da Silva. Confira a resposta:

“São uns seis e pouco de aposentadoria mais uns 20 que minha mulher recebia, que passou para 30. (…) Pode dar 30… 30 mil, mas pode ter mais. Tem mais porque tem doação pros meus filhos, sabe, porque eu não tenho… Poderia chegar a quanto? 50 mil? Eu não sei, eu tô tentando chutar aqui, doutor. (…) O rendimento fixo que eu recebo, todo mês, é isso: 6 e pouco da anistia e ─ era vinte, agora passou para trinta ─ a LILS que paga. Mas depois o advogado manda pro senhor, aí, o total do rendimento das doações”.

O palavrório em dilmês de cadeia omitiu o que Lula recebe como perseguido político de araque, esqueceu os 13 mil reais pagos ao presidente de honra do PT, fez de conta que o palestrante em recesso ainda recebe convites enfeitados por cachês de espantar um Bill Clinton, escondeu os rendimentos auferidos pelo camelô de empreiteira, deixou escapar suspeitíssimas doações ao bando de s filhos, garantiu que Marisa Letícia é que sustentava a casa e jurou que não sabe direito se ganha 26 mil ou 50 mil reais.

Publicidade

Se não sabe nem isso, é compreensível que o depoente também ignore que ganhou de presente um apartamento de três andares no Guarujá e um sítio em Atibaia, fora o resto.

Publicidade