Clique e assine a partir de 9,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

José Eduardo Cardozo vence o primeiro turno e homenageia os antecessores

“Dedico esta vitória aos meus antecessores, que pouco ou nada fizeram pelas cadeias da pátria e pelos presidiários da nação”, emocionou-se ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, ao ser oficialmente informado de que fora o vencedor do primeiro turno da eleição do Homem sem Visão de Novembro. “Quero agradecer em especial ao Márcio God Bastos, […]

Por Augusto Nunes - Atualizado em 18 fev 2017, 10h39 - Publicado em 26 nov 2012, 21h27

“Dedico esta vitória aos meus antecessores, que pouco ou nada fizeram pelas cadeias da pátria e pelos presidiários da nação”, emocionou-se ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, ao ser oficialmente informado de que fora o vencedor do primeiro turno da eleição do Homem sem Visão de Novembro. “Quero agradecer em especial ao Márcio God Bastos, que fez quatro cadeias, das quais duas nunca foram inauguradas “, emendou o campeão, que obteve 24,5% do total de votos. Cardozo garantiu a dianteira ao criticar duramente o sistema penitenciário administrado há dez anos pelo governo do PT e desde janeiro de 2011 por ele próprio.

Empatados com 18% dos votos cada, Gilberto Kassab e Odair Cunha também conseguiram vagas na enquete que apontará o ganhador do troféu mensal. O quarto colocado foi o governador gaúcho Tarso Genro (15,5%). A pequena diferença entre os índices dos quatro finalistas animou Kassab. “Nada está decidido”, disse o único político do mundo que não é de esquerda, nem de direita  e nem de centro.

Paulo Maluf não escondeu a frustração ao saber que, com apenas 10% do total, cai fora da eleição. “Queria mandar uma foto segurando o troféu para a Interpol”, lamentou. Também foram excluídos do segundo turno o deputado federal Jilmar Tatto (7,5%), o senador Fernando Collor (5,5%), José Dirceu (1%) e José Genoino, que não conseguiu um único voto.

Continua após a publicidade

Chegamos à reta final, leitores-eleitores! A briga de foice ainda não terminou! Gilberto Kassab, Odair Cunha e Tarso Genro esperam ultrapassar Cardozo na reta final! Quem será o vitorioso? Que vença o pior!

Publicidade