Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Indignação seletiva

“Isso é linguajar de quem está muito doido, fora do juízo. É preciso respeitar a chefe do Poder Executivo”. Paulo Bernardo, ministro das Comunicações, sobre o discurso de Paulinho da Força nas comemorações do Dia do Trabalho, durante o qual o deputado do Solidariedade afirmou que “Dilma deveria estar na Papuda”, sem explicar por que […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 03h56 - Publicado em 3 Maio 2014, 08h35

“Isso é linguajar de quem está muito doido, fora do juízo. É preciso respeitar a chefe do Poder Executivo”.

Paulo Bernardo, ministro das Comunicações, sobre o discurso de Paulinho da Força nas comemorações do Dia do Trabalho, durante o qual o deputado do Solidariedade afirmou que “Dilma deveria estar na Papuda”, sem explicar por que não ficou indignado quando seu velho amigo e parceiro André Vargas aproveitou a visita do ministro Joaquim Barbosa ao Congresso para insultar o chefe do Poder Judiciário.

Publicidade