Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Grande personagem

“Não aceitarei a restituição para legitimar o golpe, nem para acatar um processo nulo. Não me rendo, embora tenham me ameaçado, embora queiram me humilhar, porque estou defendendo uma causa, e essa causa é o povo de Honduras”. Manuel Zelaya, em entrevista à Rádio Globo de Honduras, que deveria aproveitar as boas relações com o artista para […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 16h19 - Publicado em 30 nov 2009, 19h33

“Não aceitarei a restituição para legitimar o golpe, nem para acatar um processo nulo. Não me rendo, embora tenham me ameaçado, embora queiram me humilhar, porque estou defendendo uma causa, e essa causa é o povo de Honduras”.

Manuel Zelaya, em entrevista à Rádio Globo de Honduras, que deveria aproveitar as boas relações com o artista para criar um programa humorístico cuja maior atração seria um presidente que, por falta de país a presidir, acaba presidindo uma pensão no prédio da antiga embaixada brasileira.

Publicidade