Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Foi plágio

“Esse deputado deve ter enchido a cara antes do ato”. Paulo Bernardo, ministro das Comunicações, sobre o discurso no Dia do Trabalho em que Paulinho da Força afirmou que Dilma Rousseff deveria estar na Papuda, acusando o orador de ter plagiado o método de aquecimento que Lula criou para comícios logo depois do almoço.

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 03h56 - Publicado em 3 Maio 2014, 11h44

“Esse deputado deve ter enchido a cara antes do ato”.

Paulo Bernardo, ministro das Comunicações, sobre o discurso no Dia do Trabalho em que Paulinho da Força afirmou que Dilma Rousseff deveria estar na Papuda, acusando o orador de ter plagiado o método de aquecimento que Lula criou para comícios logo depois do almoço.

Publicidade