Clique e assine a partir de 8,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Fim de feira

“Isso é igual camelô. Cada um vende de um jeito. Cada um tem uma maneira, cada um tem um preço”. Roque Barbiere, deputado estadual pelo PTB de São Paulo, explicando nesta terça-feira como funciona o camelódromo instalado dentro da Assembleia Legislativa para a venda de emendas parlamentares, com direito a descontos, crediário e liquidação.

Por Augusto Nunes - Atualizado em 31 jul 2020, 10h34 - Publicado em 5 out 2011, 12h31

“Isso é igual camelô. Cada um vende de um jeito. Cada um tem uma maneira, cada um tem um preço”.

Roque Barbiere, deputado estadual pelo PTB de São Paulo, explicando nesta terça-feira como funciona o camelódromo instalado dentro da Assembleia Legislativa para a venda de emendas parlamentares, com direito a descontos, crediário e liquidação.

Publicidade