Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Estrategista em campanha

“O eleitor ainda não me identifica com o governo Sério Cabral. Meu objetivo agora é colar no ótimo/bom  do Cabral”. Luiz Fernando Pezão, vice-governador do Rio e candidato ao governo pelo PMDB, revelando o que pretende fazer para tornar-se protagonista de um dos maiores fiascos eleitorais da história do Brasil.

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 04h55 - Publicado em 27 nov 2013, 20h40

“O eleitor ainda não me identifica com o governo Sério Cabral. Meu objetivo agora é colar no ótimo/bom  do Cabral”.

Luiz Fernando Pezão, vice-governador do Rio e candidato ao governo pelo PMDB, revelando o que pretende fazer para tornar-se protagonista de um dos maiores fiascos eleitorais da história do Brasil.

Publicidade