Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Eles só têm medo de algemas

O noticiário político-policial informa que os assaltantes de cofres públicos não se constrangem com nada. Espalhada por todas as ramificações da máquina administrativa, a bandidagem apadrinhada pela aliança governista transforma o clã em quadrilha, ensina o filho a roubar desde criancinha, reduz a mulher a comparsa, carrega pilhas de cédulas em malas, meias ou cuecas, […]

O noticiário político-policial informa que os assaltantes de cofres públicos não se constrangem com nada. Espalhada por todas as ramificações da máquina administrativa, a bandidagem apadrinhada pela aliança governista transforma o clã em quadrilha, ensina o filho a roubar desde criancinha, reduz a mulher a comparsa, carrega pilhas de cédulas em malas, meias ou cuecas, desvia a verba dos flagelados ou o carregamento de remédios, tunga o dinheiro da merenda escolar, pendura o neto em cargos de confiança, passeia de jatinho com a mãe ou a sogra, inventa consultorias, estupra sigilo bancário, curra sigilo fiscal, cria empresas de fachada, usa o jardineiro como laranja, vende gado inexistente, mente compulsivamente e, se o perigo é muito, queima o arquivo.  Para viver como o diabo gosta, faz coisas de que até Deus duvida.

A turma que tudo se permite só não admite ser algemada. Com os braços provisoriamente imobilizados, punguistas patológicos incorporam a figura do chefe de família respeitável: o que é que vou dizer lá em casa?, parece perguntar a expressão envergonhada. Não é possível tratar como criminoso comum um delinquente da classe executiva, berram advogados e padrinhos. Não há limites para a roubalheira, mas é preciso impor limites às ações da Polícia Federal.

O berreiro dos culpados revela que eles só têm medo de algemas. Bom saber. Já que argolas de metal são a única coisa capaz de reavivar o sentimento da vergonha, já se sabe o que fazer para produzir os mesmos efeitos causados pelo velho e infalível “Olha o rapa!”. Basta que os brasileiros honestos, sempre que toparem com qualquer integrante da multidão de assaltantes, gritem a palavra-de-ordem medonha:

ALGEMAS PARA TODOS!

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Ferrabraz

    Que tal começarmos a mandar algemas para os nossos deputados, senadores e ministros, para que se lembrem que poderão ter que ostentar o ornamento em praça publica.Aí, que sabe acontece o milagre e começam a cumprir com o que lhes foi delegado quando eleitos.

    Curtir

  2. Comentado por:

    Cris

    Hoje,li no site dos Delegados de Polícia Federal a nota publicada por eles, a respeito da prisão dos ladrões do Ministério do Turismo. Parabéns a esses profissionais, pois o texto acerta o alvo com a mais perfeita pontaria.

    Curtir

  3. Comentado por:

    Rener Barbosa

    Tem que algemar e chamar a TV para mostrar. É o momento de redenção de um povo que não aguenta mais saber que todas as ramificações da administração pública foram assoladas por ladrões. Ver parte deles algemada, ainda que sejam soltos horas depois, é como se fosse um gol marcado nos acrescimos de um jogo de futebol difícil, truncado, marcado por roubalheiras do juiz (irônico).

    Curtir

  4. Comentado por:

    Desbravador

    Augusto, através de seu blog faço um pedido à
    quadrilha que comanda este país, se o negócio
    é dinheiro sujo para roubar à qualquer preço
    soltem Fernandinho Beira Mar, Marcola e os
    demais empresários do tráfico de tóxicos e
    façam um acordo com eles de dividirem o lucro
    com a quadrilha do Planalto e adjacencias.
    Já pensaram? A roubalheira das óbras, das emendas
    da merenda escolar, da Petrobras e muitas outras
    somadas ao lucro do tráfico de drógas? Danou-se
    não faltará grana para comprar eleição no TRE.

    Curtir

  5. Comentado por:

    SILVIO

    POR FAVOR, EXPLIQUEM-ME COMO UM FUNCIONÁRIO PÚBLICO TEM 109 MIL REAIS PARA PAGAR FIANÇA PARA SAIR DA CADEIA ????????????????????????????????????????

    Curtir