Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

E NEM ficou vermelho

“Minha menina tinha sete, eu não iria deixar os dois sem convivência.” Fernando Haddad, ex-ministro da Educação, capturado por Celso Arnaldo “revelando que fez terapia familiar com jatos da FAB, ao justificar por que, durante dois anos, todas as semanas, voou 129 vezes em aviões oficiais em companhia da mulher e da filha caçula, de […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 09h31 - Publicado em 14 fev 2012, 00h29

“Minha menina tinha sete, eu não iria deixar os dois sem convivência.”

Fernando Haddad, ex-ministro da Educação, capturado por Celso Arnaldo “revelando que fez terapia familiar com jatos da FAB, ao justificar por que, durante dois anos, todas as semanas, voou 129 vezes em aviões oficiais em companhia da mulher e da filha caçula, de Brasília a São Paulo, onde mora seu filho mais velho, de 15 anos.”

Publicidade