Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Doutor em arqueologia

“Fui lá no sábado vistoriar as obras e, quando vi aquilo, fiquei absolutamene chocado. Vou fazer uma praça como em Roma. Ali estão as nossas ruínas romanas”. Eduardo Paes, prefeito do Rio, empolgado com a descoberta de restos do Cais da Imperatriz e do Cais do Valongo durante as obras do Projeto Porto Maravilha, na […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 12h40 - Publicado em 2 mar 2011, 17h47

“Fui lá no sábado vistoriar as obras e, quando vi aquilo, fiquei absolutamene chocado. Vou fazer uma praça como em Roma. Ali estão as nossas ruínas romanas”.

Eduardo Paes, prefeito do Rio, empolgado com a descoberta de restos do Cais da Imperatriz e do Cais do Valongo durante as obras do Projeto Porto Maravilha, na Zona Portuária, anunciando ao mundo que o Brasil encontrou vestígios de construções do século XIX que, apesar da diferença de mais de 2 mil anos, são iguaizinhos às ruínas romanas anteriores à passagem de Cristo pela Terra.

Publicidade