Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Diálogo é isso

“Esta Casa não quer conflito”. Henrique Alves, presidente da Câmara, explicando que foi para “buscar um diálogo com o Judiciário” que a Comissão de Constituição e Justiça aprovou, em votação simbólica, a proposta de emenda constitucional que dá ao Congresso o poder de rever decisões do Supremo Tribunal Federal.

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 06h23 - Publicado em 26 abr 2013, 07h11

“Esta Casa não quer conflito”.

Henrique Alves, presidente da Câmara, explicando que foi para “buscar um diálogo com o Judiciário” que a Comissão de Constituição e Justiça aprovou, em votação simbólica, a proposta de emenda constitucional que dá ao Congresso o poder de rever decisões do Supremo Tribunal Federal.

Publicidade