Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Deu no que deu

“Na minha opinião, os inquéritos e as ações não vão dar em nada”. José Eduardo Alckmin, advogado de Jader Barbalho num processo de 1984 estacionado no STF, que acusa o senador de desvio de recursos do Banpará, repetindo o que disseram todos os bacharéis a serviço dos condenados no julgamento do mensalão.

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 04h55 - Publicado em 27 nov 2013, 00h58

“Na minha opinião, os inquéritos e as ações não vão dar em nada”.

José Eduardo Alckmin, advogado de Jader Barbalho num processo de 1984 estacionado no STF, que acusa o senador de desvio de recursos do Banpará, repetindo o que disseram todos os bacharéis a serviço dos condenados no julgamento do mensalão.

Publicidade