Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Depois do nocaute

“O que você quer que eu diga?” Arlindo Chinaglia, candidato do PT à presidência da Câmara, autorizando um repórter a escolher os palavrões que deveriam ser ditos pelo deputado ainda grogue com o nocaute.

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 02h12 - Publicado em 2 fev 2015, 20h53

“O que você quer que eu diga?”

Arlindo Chinaglia, candidato do PT à presidência da Câmara, autorizando um repórter a escolher os palavrões que deveriam ser ditos pelo deputado ainda grogue com o nocaute.

Publicidade