Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Conselho de frente

“Como se explica que os países árabes não tenham pelo menos um representante, um assento no Conselho de Segurança? Como se explica que a China esteja no conselho, e o Japão, não? Como se explica que a África não tenha assento? Como se explica que a América Latina não tenha nenhum representante permanente no Conselho […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 12h34 - Publicado em 16 mar 2011, 03h37

“Como se explica que os países árabes não tenham pelo menos um representante, um assento no Conselho de Segurança? Como se explica que a China esteja no conselho, e o Japão, não? Como se explica que a África não tenha assento? Como se explica que a América Latina não tenha nenhum representante permanente no Conselho de Segurança?”

Lula, palestrante aprendiz, na discurseira em Doha, confundindo o Conselho de Segurança da ONU com a comissão de frente de uma escola de samba resolvida a levantar a arquibancada na Sapucaí com um enredo sobre o tema “Os cinco continentes e a a diversidade racial”.

Publicidade