Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Começou a votação na enquete: Cidinha Campos, Eduardo Paes, Eduardo Suplicy, João Santana, Marilena Chauí e Sérgio Cabral brigam pelo troféu de julho

Confira a ficha resumida dos candidatos e os trunfos eleitorais de cada um

Por Branca Nunes Atualizado em 30 jul 2020, 22h13 - Publicado em 28 jul 2016, 20h45

hsv julho final

Começou a votação na enquete que elegerá o Homem sem Visão de Julho. Seis feras lutam pelo troféu mensal. Confira a ficha resumida e as bandeiras de campanha de cada candidato:

 

CIDINHA CAMPOS

Hsv2

Formalizada a poucas horas do encerramento do prazo, a inscrição de Cidinha Campos tornou-se uma exigência nacional depois que ela topou ser candidata a vice de Pedro Paulo Carvalho, escolhido por Eduardo Paes para substituí-lo na prefeitura do Rio. Apesar de estreante no HSV, a deputada estadual do PDT fluminense entrou na briga com pinta de campeã. Já no primeiro comício, enxergou um gentleman no homem acusado de espancar a ex-mulher, afirmou que só quem é pobre não pode apanhar do marido e explicou que a vítima do impetuoso Pedro Paulo não tem motivos para queixar-se de nada porque já encontrou um novo marido rico. Cidinha vai ser espancada nas urnas pelo eleitorado carioca. Mas poderá consolar-se com a brilhante largada no HSV.

 

EDUARDO PAES

hsv3

Inconformado com a derrota para Lindberg Farias no HSV de Junho, Eduardo Paes prometeu fazer o diabo para desforrar-se neste mês. Obcecado pelo troféu de julho, atacou em três frentes. Primeiro, enxergou no Rio um exemplo para o mundo no campo da segurança pública — dez dias depois de considerar “terrível” a segurança pública na cidade-sede da Olimpíada de 2016. Em seguida, indignado com críticas de um cidadão carioca, Paes ordenou-lhe que se mudasse para outro lugar. No fecho da sequência delirante, prometeu providenciar um canguru para enfeitar a Vila dos Atletas em homenagem à delegação da Austrália, que considerou inabitáveis os alojamentos assolados por infiltrações, vazamentos, banheiros entupidos, iluminação precária e outras realizações do medalha de ouro na prova do besteirol olímpico.

 

EDUARDO SUPLICY

brasil-eduardo-suplicy-preso-reintegraccca7acc83o-posse-funarte_853x480

Continua após a publicidade

Mergulhado no semianonimato há muitos meses, Eduardo Suplicy parou de elogiar o programa Renda Mínima por algumas horas para voltar ao noticiário jornalístico pela rota da cadeia. Baixou no terreno onde uma tropa da PM cumpria uma ordem de reintegração de posse e deitou-se no chão para impedir o avanço do exército inimigo. Carregado por meia dúzia de soldados para a delegacia mais próxima, só lá o ex-senador do PT descobriu que o terreno invadido pertence à prefeitura e que a polícia apenas atendera a uma reivindicação do companheiro Fernando Haddad. Além de matar a saudade de manchetes, Suplicy conseguiu divulgar a dupla candidatura. Já era candidato a vereador. Agora também é candidato a HSV de Julho.

 

JOÃO SANTANA

hsv6

O marqueteiro que via em Lula um Pelé no banco e em Dilma a sucessora da rainha Maria I, a Louca, entrou na briga de foice ao finalmente enxergar, no depoimento ao juiz Sérgio Moro, o dinheiro sujo cuja existência negava até em conversas com companheiros de prisão. Caso não consiga o troféu já neste mês, Santana voltará à disputa em agosto, pronto para tirar algumas cartas da manga. A mais poderosa é revelar que agora vê claramente que a fortuna que embolsou veio do propinoduto do Petrolão. O marqueteiro e sua mulher Mônica Moura, também engaiolada desde fevereiro, disputam com Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo o prêmio reservado ao Casal 171 do Ano: uma foto tamanho gigante, autografada, dos colegas Bonnie e Clyde.

 

MARILENA CHAUÍ

hsv8

Famosa pela falta de visão desde a primeira aula na USP, a professora de Filosofia piorou extraordinariamente depois que começou a ter visões. Para garantir uma largada inesquecível na disputa do troféu mensal, gravou um vídeo em que vê coisas de matar de inveja até médiuns internacionais. Viu em Sérgio Moro, por exemplo, um agente treinado pelo FBI para, disfarçado de juiz, roubar o pré-sal, levar a Petrobras à falência, fechar o PT, mandar Lula para Curitiba e demitir Dilma Rousseff. Durante a votação na enquete, Marilena vai lembrar aos eleitores duas descobertas retumbantes. A primeira revelou que, “quando Lula fala, o mundo se ilumina”. A segunda mostrou que todo integrante da classe média é um canalha, com exceção da própria Marilena, seus parentes e todos os companheiros do PT.

 

SÉRGIO CABRAL

hsv9

A candidatura de Sérgio Cabral foi lançada pelo empresário, comparsa e patrocinador Fernando Cavendish, que voltou para a cadeia nesta quinta-feira depois de uma curta temporada em prisão domiciliar. Afônico desde o início da Operação Lava Jato, o ex-governador do Rio pretende conquistar o troféu sem abrir a boca e sem sair da clandestinidade. Cabos eleitorais ainda em liberdade serão escalados para a distribuição de cópias da foto da Turma do Guardanapo festejando em Paris e de panfletos que recordem sua decisiva participação, ao lado de Lula e de colegas hoje hospedados em presídios, na campanha que fez do Rio a sede da Olimpíada da Ladroagem.

São seis feras numa só jaula, leitores-eleitores! Não fiquem fora da única eleição que permite votar sem remorso em gente que ninguém merece! E que vença o pior!

Continua após a publicidade
Publicidade