Clique e assine a partir de 9,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Coerência é isso

“Não vejo contradição no que fiz”. Gleisi Hoffmann, senadora do PT do Paraná, explicando que foi por apreço à coerência, à moral e aos bons costumes que, depois de ajudar a assassinar a CPI da Petrobras, resolveu participar dos trabalhos de parto da CPI que promete investigar a Petrobras só depois de saber o que […]

Por Augusto Nunes - Atualizado em 15 fev 2017, 09h40 - Publicado em 11 abr 2014, 08h11

“Não vejo contradição no que fiz”.

Gleisi Hoffmann, senadora do PT do Paraná, explicando que foi por apreço à coerência, à moral e aos bons costumes que, depois de ajudar a assassinar a CPI da Petrobras, resolveu participar dos trabalhos de parto da CPI que promete investigar a Petrobras só depois de saber o que houve de errado no metrô de São Paulo e no Porto de Suape,

Publicidade