Clique e assine a partir de 9,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Coelho no Planalto

“Não tem coelho na cartola”. Jaques Wagner, chefe da Casa Covil, nesta quarta-feira, um dia antes de aparecer no noticiário político-policial disfarçado de “Compositor”. “Eu acho que não tem um coelho em uma cartola”. Dilma Rousseff, nesta quinta-feira, dia em que Jaques Wagner foi incorporado ao elenco do Petrolão, confirmando que tanto a presidente quanto […]

Por Augusto Nunes - Atualizado em 30 jul 2020, 23h45 - Publicado em 8 jan 2016, 18h25

“Não tem coelho na cartola”.

Jaques Wagner, chefe da Casa Covil, nesta quarta-feira, um dia antes de aparecer no noticiário político-policial disfarçado de “Compositor”.

“Eu acho que não tem um coelho em uma cartola”.

Dilma Rousseff, nesta quinta-feira, dia em que Jaques Wagner foi incorporado ao elenco do Petrolão, confirmando que tanto a presidente quanto o chefe da Casa Covil sabiam que, se não há coelhos nas cartolas, nesse mato do Planalto tem coelho de sobra tentando escapar da Operação Lava Jato.

Publicidade