Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Chama o oculista

“É preciso separar o joio do trigo. Tenho 50 anos de serviço público e conheço as pessoas pelo olho”. Celso Amorim, ministro da Defesa, sobre a investigação que envolve o comandante do Exército, general Enzo Peri, explicando que foi por conhecer as pessoas pelo olho que recomendou a Lula que virasse amigo de infância do […]

Por Branca Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 11h08 - Publicado em 11 ago 2011, 00h21

“É preciso separar o joio do trigo. Tenho 50 anos de serviço público e conheço as pessoas pelo olho”.

Celso Amorim, ministro da Defesa, sobre a investigação que envolve o comandante do Exército, general Enzo Peri, explicando que foi por conhecer as pessoas pelo olho que recomendou a Lula que virasse amigo de infância do iraniano Mahmoud Ahmadinejad, do líbio Muammar Kadafi, do venezuelano Hugo Chávez e de outras flores do orquidário internacional.

Publicidade