Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Cabeça em parafuso

“Precisamos aguardar, os advogados vão entrar com recursos, tudo pode mudar”. Jilmar Tatto, líder da bancada do PT na Câmara e futuro secretário municipal de Transportes de Fernando Haddad, sobre a temporada na cadeia imposta ao mensaleiro João Paulo Cunha, explicando que o Supremo Tribunal Federal vai revogar a pena aplicada pelo Supremo Tribunal Federal […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 07h19 - Publicado em 30 nov 2012, 00h05

“Precisamos aguardar, os advogados vão entrar com recursos, tudo pode mudar”.

Jilmar Tatto, líder da bancada do PT na Câmara e futuro secretário municipal de Transportes de Fernando Haddad, sobre a temporada na cadeia imposta ao mensaleiro João Paulo Cunha, explicando que o Supremo Tribunal Federal vai revogar a pena aplicada pelo Supremo Tribunal Federal só para melhorar o Natal dos advogados da seita lulopetista.

Publicidade