Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Bigode no cérebro

“A desvalorização do real aumenta a competitividade e a atração de investimentos externos. Ajuda a agricultura, com a queda no preço das commodities”. Aloizio Mercadante, chefe da Casa Civil, explicando que a subida do dólar para R$ 3,30 foi planejada por Dilma Rousseff para tornar ainda melhor a excelente situação econômica do Brasil.

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 01h48 - Publicado em 21 mar 2015, 17h46

“A desvalorização do real aumenta a competitividade e a atração de investimentos externos. Ajuda a agricultura, com a queda no preço das commodities”.

Aloizio Mercadante, chefe da Casa Civil, explicando que a subida do dólar para R$ 3,30 foi planejada por Dilma Rousseff para tornar ainda melhor a excelente situação econômica do Brasil.

Publicidade