Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

As ruas revogaram as emendas da meia-noite

O coro dos representados traídos demitiu os representantes dos próprios interesses

Atualizado às 12h20

protesto-vem-pra-rua-sao-paulo-20161204-045

As ruas amplificaram mais uma vez, neste 4 de dezembro, a voz do Brasil decente. Espalhados por dezenas de cidades, muitos milhares de manifestantes cantaram o Hino Nacional, aplaudiram o juiz Sérgio Moro, louvaram a Operação Lava Jato, pediram a prisão de Lula, rasgaram as fantasias do PT e exigiram a remoção das pedras forjadas para obstruir os avanços do combate à corrupção, simbolizadas por duas criaturas das trevas: Renan Calheiros e Rodrigo Maia.

Alvos de vaias sucessivas e indignadas palavras de ordem, os ainda presidentes do Senado e da Câmara viram e ouviram o que pensam os brasileiros que prestam das manobras urdidas nas catacumbas do Congresso por larápios em pânico com a delação da Odebrecht. O senador alagoano e o deputado fluminense descobriram que os integrantes da bancadados prontuários atingiram os próprios pés e testas com as balas disparadas na madrugada da sordidez.

Por determinação de milhões de representados traídos, os supostos representantes do povo terão de recuar. As emendas da meia-noite foram revogadas pela volta da resistência democrática às ruas do país.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Valentina de Botas

    Já está em Opinião, Valentina. Um beijo. (Confira a última frase e veja se está correta)

    Curtir

  2. Comentado por:

    Valentina de Botas

    Acabo de ver o meu texto publicado na home, meu querido colunista, mas, para mim, uma mensagem diz que que postei rápido demais e achei que a postagem tinha falhado. Bem, obrigada. Um beijo

    Curtir

  3. Comentado por:

    Valentina de Botas

    Ok. Beijo.

    Curtir

  4. Comentado por:

    Gladys

    Irretocável!

    Curtir

  5. Rodrigo Maia é um exemplo perfeito de como é correta a afirmação:”Se quiseres conhecer um homem,de-lhe poder”.Em pouco tempo,já mostrou quem é;è apenas mais um desses lixos engravatados que infestam Brasilia.

    Curtir

  6. glauco arias

    Parabéns Augusto, só faltou a multidão combinar com os russos.
    Nossas instituições que deveriam nos ouvir e representar, viram as suas costas para nós.
    Pior, ainda debocham e tramam contra nós.
    Por que não ouvem a voz das ruas?
    Porque ditadores não ouvem o povo.
    Somos uma ditadura disfarçada de democracia, mas é só para inglês ver.
    Nossa imprensa, com raríssimas exceções, defendem uma saída institucional para a crise.
    E aqui eu parabenizo o seu blog na Veja. Inteligente e corajoso, não se intimidando com a ORCRIM.
    Aqui a verdade e o direito democrático prevalecem. Isto é liberdade de expressão.

    Curtir