Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

AMPLIADO E ATUALIZADO: Os companheiros que Dilma convoca para buscar soluções são mais assustadores que o pior dos problemas que afligem o Brasil

O raquitismo crônico condenou o pibinho a nunca ser pibão na vida? A inflação real insiste em desmoralizar os índices maquiados pela contabilidade criativa? A gastança pública engordou de novo? A balança comercial voltou a pender para o lado dos gringos? Dilma Rousseff comanda uma reunião com Guido Mantega, Miriam Belchior e Aloizio Mercadante.  O […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 04h23 - Publicado em 23 fev 2014, 16h06

mantega-belchior

O raquitismo crônico condenou o pibinho a nunca ser pibão na vida? A inflação real insiste em desmoralizar os índices maquiados pela contabilidade criativa? A gastança pública engordou de novo? A balança comercial voltou a pender para o lado dos gringos? Dilma Rousseff comanda uma reunião com Guido Mantega, Miriam Belchior e Aloizio Mercadante.  O ministro da Fazenda erra todas as previsões há três anos. A ministra do Planejamento não acerta sequer o nome da chefe, que agora chama de “presidenta Lula”. O chefe da Casa Civil está concentrado na campanha para assumir o Ministério de Tudo.

Reuniao com secretarios estaduais de participacao social. Presenca dos ministros Ideli Salvati e Gilberto Carvalho e do secretário-executivo da Secretaria-Geral da Presidência da República, Rogério Solttilli.

A base alugada quer aumentar as cifras dos contratos de aluguel? O PMDB reivindica mais ministérios? O PT anda murmurando que Lula é que deveria ser candidato? Partidos governistas flertam com Aécio Neves e contemplam Eduardo Campos com o coração em descompasso? Dilma pede conselhos a Lula antes de outra reunião com Ideli Salvatti, um berreiro à procura de uma ideia, Gilberto Carvalho, o ex-coroinha que virou sacristão de missa negra, e, naturalmente, Aloizio Mercadante.

lula-amorim-garcia

O governo do companheiro Nicolás Maduro desandou? Falta até papel higiênico na Venezuela? Estudantes que protestam contra a prisão de líderes oposicionistas são assassinados por milícias bolivarianas? Evo Morales exige a deportação do senador Roger Pinto Molina? O Mercosul lembra um fim de feira no sertão? Dilma convoca uma reunião com Marco Aurélio Garcia, algum representante do Itamaraty amestrado por Celso Amorim e, claro, Aloizio Mercadante.

cardozo e mercadante

Continua após a publicidade

O assassinato de um cinegrafista inaugura a nova etapa da insurreição dos selvagens sem causa nem cérebro? O MST mobiliza camponeses que não distinguem um boi de uma anta para o cerco ao Palácio do Planalto? O PCC aciona militantes em liberdade para mostrar que os presos governam as ruas? Bandidos são linchados por carrascos fantasiados de justiceiros? Os chefões das cadeias do Maranhão ressuscitam a morte por esquartejamento? Dilma convoca uma reunião com José Eduardo Cardozo, Gilberto Carvalho e, como não?, Aloizio Mercadante.

O Brasil protagonizou outro fiasco em alguma olimpíada estudantil? O índice de analfabetismo voltou a crescer e agora já são mais de 15 milhões os brasileiros que não sabem ler? O país agora forma doutores que não conseguem escrever um cartão de Natal? Como ainda não decorou o nome e o ramal do ministro da Educação, José Henrique Paim, Dilma convoca uma reunião com Aloizio Mercadante e os dois trocam ideias por telefone com Fernando Haddad.

Outro cubano desertou do Mais Médicos para livrar-se ao mesmo tempo da ilha-presídio  do trabalho escravo? A filas do SUS bate o recorde mundial de extensão? Multidões exigem nas ruas a construção de hospitais padrão Fifa? Como ainda não decorou o ramal de Arthur Chioro, e vive chamando de “Choiro” o novo ministro da Saúde, Dilma convoca uma reunião com Alexandre Padilha e, sempre ele, Aloizio Mercadante. Os três concluem que devem consultar meia dúzia de jalecos do Sírio Libanês.

A arena de Curitiba não ficou pronta? O estádio de Brasília, que já é o mais caro do mundo, vai cruzar a fronteiora dos dois bilhões de reais? As obras de mobilidade urbana continuam imóveis nos palanques? Dilma convoca uma reunião com Aldo Rabello e o inevitável Aloizio Mercadante. Os três concordam: é bom que o ministro do Esporte prepare o traseiro para mais um retumbante pontapé do cartola Jerôme Walcke.

O tsunami turístico que chegaria com a Copa pode virar marolinha porque os gringos têm amor à vida e ao patrimônio? Ninguém mais acredita que o brasileiro é tão cordial com os forasteiros? Dilma convoca uma reunião com João Santana,  Marta Suplicy e Aloizioi Mercadante. O marqueteiro do reino informa que encomendou 900 comerciais de TV para popularizar o bordão “A Copa das Copas”. A ex-ministra do Turismo, agora fantasiada de ministra da Cultura, propõe que se acrescente a versão em inglês da famosa sugestão que fez às vítimas do apagão aéreo: “Relax and enjoy”.

O transporte aéreo está a beira do colapso? Os pousos e decolagens nos 800 aeroportos em cidades do interior só ocorrem na cabeça da presidente? Nem os puxadinhos estarão funcionando no apito inicial? Dilma está prestes a convocar uma reunião com o ministro da Aviação Civil (e Aloizio Mercadante) quando ouve o nome do convocado. Antes do encontro, ela quer saber quem é esse Wellington Moreira Franco, que não conhece nem de vista. O buraco na agenda é preenchido por uma conversa com Maria do Rosário, que quer contar à chefe quem será a vítima da próxima exumação.

Imagine o que se passa nessas reuniões. Pense nas propostas que ficam só entre eles. A equipe federal seria goleada pelo lanterninha da da série D do campeonato nacional. Os companheiros que ajudam Dilma a encontrar soluções são mais assustadores do que o pior dos muitos problemas que afligem o Brasil. Oremos.

Continua após a publicidade
Publicidade