Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Amigos para sempre

“Estranho seria se não déssemos razão a ele”. Gilberto Carvalho, secretário-geral da Presidência e maleiro-chefe de Lula e Dilma Rousseff, sobre José Dirceu, intrigado com gente que acha que o PT pode deixar de concordar com o companheiro que chefiou a roubalheira do mensalão.

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 10h53 - Publicado em 4 set 2011, 22h32

“Estranho seria se não déssemos razão a ele”.

Gilberto Carvalho, secretário-geral da Presidência e maleiro-chefe de Lula e Dilma Rousseff, sobre José Dirceu, intrigado com gente que acha que o PT pode deixar de concordar com o companheiro que chefiou a roubalheira do mensalão.

Publicidade