Clique e assine a partir de 9,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Aécio chegou ao restaurante em São Paulo aplaudido pelo PIB e saiu saudado pela rua depois de duas horas festejado pelo povo

Às 13h15 desta sexta-feira, o senador Aécio Neves apareceu sem aviso prévio no Vecchio Torino, restaurante paulistano que concentra no começo da tarde ─ como ocorria no extinto Massimo ─ um bom pedaço do Produto Interno Bruto brasileiro. Foi recebido com aplausos pela poderosa clientela que ocupava quase todas as mesas e saudado como “Presidente” […]

Por Augusto Nunes - Atualizado em 15 fev 2017, 09h18 - Publicado em 25 abr 2014, 20h07

Às 13h15 desta sexta-feira, o senador Aécio Neves apareceu sem aviso prévio no Vecchio Torino, restaurante paulistano que concentra no começo da tarde ─ como ocorria no extinto Massimo ─ um bom pedaço do Produto Interno Bruto brasileiro. Foi recebido com aplausos pela poderosa clientela que ocupava quase todas as mesas e saudado como “Presidente”  por vários participantes da espontânea manifestação de apoio ao candidato do PSDB ao Planalto.

Antes e depois das garfadas na posta de bacalhau, Aécio atendeu aos pedidos dos  funcionários que se aproximavam em grupos, empunhando celulares: queriam uma foto em sua companhia. Menos de duas horas mais tarde, posara ao lado de todos os integrantes do time de garçons ─ um mosaico étnico formado por brasileiros do Ceará, do Piauí, da Paraíba, de Minas, de Pernambuco e de São Paulo.

No fim do almoço, sempre risonho, contornou a sobremesa para atender ao apelo transmitido pelo dono do Vecchio Torino: o pessoal da cozinha também reivindicava uma sessão de fotografias. Às 15h15, ao deixar o restaurante, ouviu palavras de estímulo da plateia composta por motoristas particulares, porteiros e gente de passagem pela calçada.

Resumo da ópera: Aécio Neves chegou aplaudido pelo PIB e saiu saudado pela rua depois de duas horas festejado pelo povo.

Publicidade