Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A penúltima do MEC

“O número de erros é razoável, isso não se resolve com errata”. Fernando Haddad, ministro da Educação, ao informar que o governo recomendou aos professores que não usem na sala de aula os livros da coleção Escola Ativa, que engoliram R$ 14 milhões dos cofres públicos, admitindo que ensinar que 10 menos 7 é igual […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 11h45 - Publicado em 5 jun 2011, 00h01

“O número de erros é razoável, isso não se resolve com errata”.

Fernando Haddad, ministro da Educação, ao informar que o governo recomendou aos professores que não usem na sala de aula os livros da coleção Escola Ativa, que engoliram R$ 14 milhões dos cofres públicos, admitindo que ensinar que 10 menos 7 é igual a 4 passa dos limites até para quem acha que não há nada de errado em falar “nós pega os peixe”.

Publicidade