Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

A ópera dos malandros mensaleiros foi aberta por Lula em novembro de 2009

Desde julho de 2005, registrei no post reproduzido na seção Vale Reprise, Lula já pediu desculpas por não ter enxergado o mensalão, já se declarou traído sabe-se lá por quem, já procurou transformar assalto ao dinheiro público em caixa 2, já tentou reduzir crimes hediondos a pecados veniais, já jurou que o mensalão não existiu. Em […]

Desde julho de 2005, registrei no post reproduzido na seção Vale Reprise, Lula já pediu desculpas por não ter enxergado o mensalão, já se declarou traído sabe-se lá por quem, já procurou transformar assalto ao dinheiro público em caixa 2, já tentou reduzir crimes hediondos a pecados veniais, já jurou que o mensalão não existiu. Em novembro de 2009, enfim, aproveitou a entrevista concedida a Kennedy Alencar, da RedeTV!, para anunciar que tudo não passou de uma invencionice forjada pela oposição para derrubar o governo ─ e prometeu apurar a trama assim que deixasse a Presidência.

A entrevista, como se pode constatar na seção História em Imagens, foi o prólogo da ópera dos malandros encenada para convencer a plateia brasileira de que o pai de todos os escândalos não passou de “uma farsa” engendrada por inimigos do povo. Aos 2min40 da conversa, Lula avisa que “essa história do mensalão ainda vai ser esclarecida”. Caprichando na pose de melhor aluno da escolinha de sherloques do doutor Prótogenes, o então presidente promete desvendar o “mistério” assim que deixar o Planalto.

“Vou querer me inteirar um pouco mais disso”, diz. Sempre ressalvando que prefere esperar a decisão da Justiça para opinar sobre o caso, despeja sobre os telespectadores um balde de espertezas diversionistas. Acha muito estranho que a CPI dos Correios se tenha transformado “numa CPI do PT, na CPI do mensalão”. Discorre sobre “a maior armação já feita contra um governo”. E dá voz de prisão aos culpados de sempre: os integrantes da “elite política empodrecida”. Isso mesmo: “empodrecida”.

Se alguma coisa aconteceu, previne-se, não soube de nada. Quando um pai está na cozinha, ensina, não sabe o que faz o filho no quarto. A menos que o garotão conte ao chefe da família tudo o que faz, deveria ter retrucado o entrevistador. No caso do mensalão, o filho é José Dirceu, comandante da organização criminosa. Ele repete há sete anos que jamais fez qualquer coisa sem que o pai de todos soubesse.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Pino 2807

    Diuma fica calada como Lula ficou com o mensalão- “não estou sabendo de nada”.
    Funciona assim: A Diuma contrata um ministro mão grande para fazer parte do esquema, aumentar o cx 2 sobretudo. Quando pegam o mão grande a Diuma fica calada e isso dá a impressão que ela não sabia quem contratou. O erro é que, cai-se de pau no bagrinho e chefe da quadrilha fica isento. Uma prova disso é que o mensalão exluiu totalmente o chefe(Lula) quando deveria ter sofrido facilmente o impeactment. É necessário bater no chefe da quadrilha, como foi feito com o Collor, que saiu do poder por causa de um Fiat Elba!

    Curtir

  2. Comentado por:

    Paulo Bento Bandarra

    Conseqüência de não terem enquadrado Lula no crime de responsabilidade, por ser O CHEFE. Erro político, policial e judiciário. Deixar na chefia da nação um delinqüente político da pior espécie.

    Curtir

  3. Comentado por:

    Antonio Brandao

    Genio Augusto
    O julgamento politico é politico.
    Dirceu vai ser julgado verdadeiramente agora.
    Julgamento político de ladrão? Só no Brasil.

    Curtir

  4. Comentado por:

    brasileirinho

    Lula e o mensalão, lembra uma piada contada pelo saudoso e maravilhoso humorista Jose de Vasconcelos;
    Ladrão surpreendido pela policia, carregando um porco nas costas, fazendo-se de surpreso :”Porco? Que porco?” E olhando para as próprias costas, grita:
    “Tira esse bicho daí, tira esse bicho daí!”

    Curtir

  5. Comentado por:

    LIO

    lula chegou sua hora (o julgamento)e o PT,ACABOU,
    vc diz o mensalão não existiu,mas existiu,vc vai pagar por tudo aqui ou na proxima vida,vc ja parou para pensar?

    Curtir

  6. Comentado por:

    edson rosalvo

    O GUARULHO continua sinico.

    Curtir

  7. Comentado por:

    JULIANO

    Não acredito no julgamento do mensalão hoje estamos numa ditadura PETISTA

    Curtir

  8. Comentado por:

    Anônimo

    Como os petistas nunca veem nada, nunca sabem de nada convoco todos os brasileiros a votar em outubro em quem enxerga e em quem sabe das coisas que acontecem no país.
    DE NORTE A SUL: F O R A P estes T irânicos.

    Curtir

  9. Comentado por:

    Hunig

    O “presente” aos pais brasileiros é esse: Já está anunciado na “Mídia que o Mensalão vai ser um sopão com bacalhoada pra uma festa de ‘absolvições’”. Agora vejam: O “barbozinha” encapado de “juiz” não deu nenhum prosseguimento aos pedidos de investigações contra o seu chefetazinho luladrão. Esse é o “herói” da CANALHICE. E a população brasileira vai pagar todos os salários desses PÚSTULAS VIGARISTAS SAFADOS encostados em cargos em que só sacaneiam o brasileiro que sua igual burro pra encher esses patifes de dinheiro e vê-los se esbaldar na vagabundagem com crachá de serviço público. A população vai ter de pegar esses meliantes de outro jeito. E esse escróqui vai ainda ganhar prêmio de “pulhítico” por ter feito “tanto bem” aos seus ‘cumpanhêrus”. Talvez no palanque a gente péga esse e o seu chefinho bizonho. Outro igualzinho à esse é o “serrinha” que nunca foi oposição de nada, é um perfeito simulacro, e ainda faz gestozinhos gamados pra acabar de arrebentar a cara do brasileiro.

    Curtir

  10. Comentado por:

    Roubocoop

    “Vou querer me inteirar um pouco mais disso”, O cara é bom, vai.
    .
    Um a pai na sala não sabe como o filho ficou milionário de repente.

    Curtir