Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

A comparação que estuprou a verdade é um insulto a Mandela

PUBLICADO EM 14 DE MAIO DE 2010 O presidente Lula precisou de duas frases e uma comparação infamante para afrontar a Justiça Eleitoral, escancarar a própria indigência intelectual e assassinar a verdade: “Uma parte da história da Dilma me lembra muito a do Mandela”, disse no programa ilegal do PT. “Uma vez o Mandela me […]

PUBLICADO EM 14 DE MAIO DE 2010

O presidente Lula precisou de duas frases e uma comparação infamante para afrontar a Justiça Eleitoral, escancarar a própria indigência intelectual e assassinar a verdade: “Uma parte da história da Dilma me lembra muito a do Mandela”, disse no programa ilegal do PT. “Uma vez o Mandela me disse que só foi para o confronto quando não deram outra saída para ele”. O estupro da História foi chancelado pela candidata que mente como quem respira: “Eu lutei, sim. Pela liberdade, pela democracia”.

A comparação é mais que uma impostura atrevida, é mais que outro estelionato eleitoreiro. É um insulto ao homem que redesenhou o destino da África do Sul. Nelson Mandela lutou pelo fim do apartheid, pela restauração da liberdade e pelo nascimento do regime democrático. Dilma Rousseff serviu a grupos radicais que queriam trocar a ditadura militar pela ditadura comunista. Ele aceitou o confronto depois de propor todas as soluções pacíficas possíveis. Ela aderiu à luta armada em 1967, um ano antes da decretação do AI-5.

Mandela protagonizou combates reais. Dilma não passou de figurante em assaltos a bancos e cofres particulares. Ele ficou preso 27 anos por liderar a imensa maioria negra. Ela ficou três anos na cadeia por obedecer a extremistas ignorados pelo povo. Mandela venceu. Dilma perdeu. A ditadura militar foi derrotada pela resistência democrática de que jamais participou.

Mandela chegou ao poder pela vontade popular. Dilma, que nunca disputou nem eleição de síndico, é fruto da vontade de Lula. Ele  negociou com os carcereiros brancos a extinção do apartheid. Ela despreza os democratas que negociaram a anistia de que foi beneficiária e declara guerra a todos os oposicionistas. Mandela é um grande orador, um líder vocacional e um político sedutor. Dilma não diz coisa com coisa, faz tudo o que manda o mestre e tem a simpatia de um poste.

Nelson Mandela é um estadista. Dilma Rousseff é uma farsa.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    JULIANO

    Isto tudo é culpa dos militares da época da ditadura deicharam um monte de comunistas vivos

    Curtir

  2. Comentado por:

    Cícero Pithan Reis

    Sr.Augusto , deveria ter mais Augustos no Brasil. Abraço .

    Curtir

  3. Comentado por:

    pd

    acertou na mosca!

    Curtir

  4. Comentado por:

    ivan

    Lula, a lagartixa que nunca chegará e ser jacaré! Tentou mas, não vingou!

    Curtir

  5. Comentado por:

    Jorge Raide Filho

    Prezado Sr Augusto, são pessoas como vc que me fazem enxergar que existem pessoas que pensam como eu, pois sinceramente eu me considerava alguem fora de época por ser desde sempre, ANTI-LULLA, ANTI-PT, ANTI-DILMA, etc etc, pois eu não votaria nem em meu irmão se ele fosse deste partidão da tramoia, que nasceu errado, cresceu errado, e deve morrer de velho, mas errado. Aproveitando, meus cumprimentos tambem ao Paulo das 11:51 e Kitty das 18:58. Obrigado meu mestre, vc é um exemplo nobre, digno, ético e inteligentíssimo a ser seguido. Jorge

    Curtir