Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A comediante involuntária fez do Brasil o primeiro país governado por uma piada

Um monumental fracasso como governante, constata o comentário de 1 minuto para o site de VEJA, Dilma Rousseff vem demonstrando diariamente que tem tudo para fazer bonito como comediante involuntária. No momento, a presidente protagoniza dois vídeos, ambos gravados na recente visita à ONU, que são campeões de audiência na internet. Ela merece. O primeiro […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 00h20 - Publicado em 10 out 2015, 08h34

Um monumental fracasso como governante, constata o comentário de 1 minuto para o site de VEJA, Dilma Rousseff vem demonstrando diariamente que tem tudo para fazer bonito como comediante involuntária. No momento, a presidente protagoniza dois vídeos, ambos gravados na recente visita à ONU, que são campeões de audiência na internet. Ela merece.

O primeiro ensina que o mundo seria muito melhor se cultivasse com mais carinho a arte de estocar vento. Isso mesmo: estocar vento. No segundo numerito humorístico, o neurônio solitário usa um acento circunflexo inexistente para abrir a Caixa de Pândora ─ e não Pandora ─ que guarda a pasta de dente que sai de um dentifrício.

Somados, os vídeos imploram pelo pronto despejo da inquilina do Planalto. Impeachment por bandalheiras criminosas é coisa demorada? Que venha imediatamente a interdição formalizada por uma junta de psiquiatras, a camisa de força e a temporada no manicômio.

Gabinete presidencial não foi feito para estocar anedotas. País nenhum merece uma piada no poder.

http://videos.abril.com.br/veja/id/8318f9fafce14e4b8f842e28e7d0bf9e?

Continua após a publicidade
Publicidade