Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

‘Não dá para controlar’, de Dora Kramer

Publicado no Estadão desta terça-feira DORA KRAMER A ofensiva do governo para inviabilizar os trabalhos de investigações sobre a Petrobras no Congresso foi bem-sucedida. Isso do ponto de vista imediato e olhando-se exclusivamente para o Parlamento. A CPI do Senado caiu no ridículo. Com ela, seus integrantes e os dois depoentes (Sergio Gabrielli e Nestor […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 03h46 - Publicado em 28 Maio 2014, 09h50

Publicado no Estadão desta terça-feira

DORA KRAMER

A ofensiva do governo para inviabilizar os trabalhos de investigações sobre a Petrobras no Congresso foi bem-sucedida. Isso do ponto de vista imediato e olhando-se exclusivamente para o Parlamento.

A CPI do Senado caiu no ridículo. Com ela, seus integrantes e os dois depoentes (Sergio Gabrielli e Nestor Cerveró) que foram lá desmentir a eles mesmos. A comissão mista a ser instalada tampouco promete.

O ex-presidente Luiz Inácio da Silva deu a ordem de “ir pra cima” para evitar a CPI, lembrando no que resultou aquela iniciada com denúncia sobre os Correios, o Palácio do Planalto captou a mensagem, a base aliada achou mais prudente suspender temporariamente a rebeldia e deu-se a blindagem.

» Clique para continuar lendo

Continua após a publicidade
Publicidade