Clique e assine a partir de 9,90/mês
Alberto Carlos Almeida Por Alberto Carlos Almeida Opinião política baseada em fatos

Morales mostra que o presidencialismo é bem diferente do parlamentarismo

Thatcher, Kohl e Merkel ficaram muito tempo no poder. Morales também. Há diferenças importantes que torna a comparação entre eles equivocada

Por Alberto Carlos Almeida - Atualizado em 11 nov 2019, 15h58 - Publicado em 11 nov 2019, 15h52

Muita gente tem comparado o longo tempo de Evo Morales no poder com períodos equivalentes em regimes parlamentaristas. As mesmas pessoas não o comparam com presidentes em regimes presidencialistas. Ou isso é ignorância completa de como funciona o parlamentarismo ou é desonestidade intelectual.

Além disso, Morales foi eleito a primeira vez para um mandato apenas, não havia reeleição, acabou ficando três mandatos e disputava sua terceira reeleição por conta de o STF de lá ter mudado a decisão de um plebiscito popular. Nos países parlamentaristas a regra do jogo não foi sucessivamente modificada no meio do caminho de modo a permitir que o líder do partido ficasse longo período no poder. Ou seja, estava no conjunto de expectativas dos atores esta possibilidade.

Publicidade