Clique e assine com 88% de desconto
Alberto Carlos Almeida Por Alberto Carlos Almeida Opinião política baseada em fatos

Complica-se a situação de Bolsonaro; falta o batom na cueca

É fato que Bolsonaro tem contra si, agora, a ira de muita gente: ele brigou com a Globo, brigou com Witzel e desmereceu o trabalho da polícia civil

Por Alberto Carlos Almeida - Atualizado em 6 nov 2019, 18h30 - Publicado em 4 nov 2019, 19h36

Jair Bolsonaro parece ter criado uma armadilha para a Globo. Alguém de sua confiança teria induzido o mais poderoso grupo de comunicação do Brasil a divulgar uma notícia que em seguida seria desmentida de forma agressiva pelo presidente da República e seu filho Carlos. Hoje já se afirma que o porteiro cujo depoimento foi divulgado pela Globo, atestando que um dos suspeitos do assassinato de Marielle foi para a casa de Bolsonaro é uma pessoa, e a gravação mostrada por Carlos Bolsonaro para desmentir a emissora traz a voz de alguém totalmente diferente.

Não há ainda o batom na cueca que associe Bolsonaro ao crime. Há dois suspeitos do assassinato da vereadora presos, eles podem abrir a boca. É fato que Bolsonaro tem contra si, agora, a ira de muita gente: ele brigou com a Globo, brigou com Witzel, governador do Rio, e desmereceu o trabalho da Polícia Civil.

Bolsonaro está se sentindo muito poderoso. Isso faz com que ele não se importe em gerar e cultivar inimigos. Pode não ocorrer nada, mas os ingredientes de uma crise profunda com consequências imprevisíveis estão na mesa.

Publicidade