Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

‘Explosivo’ incêndio florestal na Califórnia segue incontido; veja imagens

Mais de 2.000 socorristas lutam contra as chamas, alimentadas por ventos fortes e temperaturas de cerca de 38 graus Celsius na área

Por Da Redação Atualizado em 25 jul 2022, 11h11 - Publicado em 25 jul 2022, 11h07

Um violento incêndio florestal atinge o oeste dos Estados Unidos desde sexta-feira, 22, e já forçou a retirada de mais de 3.000 pessoas na Califórnia. Segundo autoridades locais, o fogo já consumiu mais de 6 mil hectares da floresta do Parque Nacional de Sierra Nevada, e segue incontrolado, apesar do esforço dos bombeiros.

--
Árvores destruídas em incêndio florestal na Califórnia. 25/07/2022
A forest is incinerated by the Oak Fire near Midpines, northeast of Mariposa, California, on July 23, 2022. – The California wildfire ripped through thousands of acres July 23 after being sparked a day earlier, as millions of Americans sweltered through scorching heat with already record-setting temperatures due to climb. (Photo by DAVID MCNEW / AFP) DAVID MCNEW/AFP

+ Incêndio na Califórnia avança rapidamente em região do Parque de Yosemite

Nesta segunda-feira, 25, mais de 2.000 socorristas de agências estaduais e federais estavam lutando contra o incêndio. Pelo menos 10 casas e outras estruturas foram destruídas, com outras milhares sob risco.

--
Floresta destruída por incêndio na Califórnia. 25/07/2022 David McNew/AFP

Segundo o Departamento de Florestas e Proteção contra Incêndios da Califórnia (Cal Fire), o comportamento “explosivo” do incêndio Oak, como está sendo chamado, está prejudicando o trabalho dos bombeiros. O tempo quente e a vegetação seca, resultado da pior seca na região em anos, faz com que as chamas se espalhem com enorme velocidade, jogando brasas a até 3 quilômetros além do foco do incêndio. Vídeos mostram a formação de pirocúmulos, nuvens densas de fogo.

--
Destroços durante incêndio na Califórnia. 25/07/2022 David McNew/AFP

No domingo, o governador da Califórnia, Gavin Newsom, declarou estado de emergência, permitindo o envio de novas equipes da brigada de incêndio para a área. A decisão foi tomada principalmente pela rápida propagação das chamas.

Continua após a publicidade

+ Apesar de citar urgência, Biden não declara emergência climática nos EUA

A Pacific Gas & Electric, empresa responsável pelo fornecimento de energia, informou no sábado, 23, que mais de 2.600 casas e instalações comerciais da região ficaram sem luz, sem previsão de retorno, e estradas foram fechadas nos arredores.

O incidente é uma das dezenas de focos que queimam no oeste americano, enquanto a região se prepara para os meses de pico de risco de incêndio que ainda estão por vir. Mais de 2,2 milhões de hectares já queimaram no país este ano, cerca de 70% a mais do que a média de 10 anos.

+ O que explica a nova onda de calor e o que deve ser feito contra a crise

Segundo o Centro de Previsão do Tempo do Serviço Nacional de Meteorologia, mais de 100 milhões de pessoas estão atualmente sob alertas e alertas relacionados ao calor nos Estados Unidos. Autoridades estimam que algumas cidades correm o risco de se tornar inabitáveis ​​devido à crise climática.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)