Group 21 Copy 4 Created with Sketch.
Em Cartaz com Da Redação

Mãe: um filme para amar ou odiar

Nova obra do diretor Darren Aronofsky está dividindo críticos e o público

access_time 22 set 2017, 23h00 - Publicado em 22 set 2017, 19h16

Pense em um filme que pode despertar diversas sensações para quem assiste ao mesmo tempo. E elas não são tão boas assim: raiva, ansiedade, medo e muita tensão. O cineasta Darren Aronofsky – diretor de filmes como Noé, Pi e Cisne Negro – levou apenas cinco dias para escrever o roteiro de Mãe, mas a repercussão do seu filme com certeza vai se estender por muito mais tempo.

De forma rasa – apenas na superfície – Mãe pode ser explicado como um grande pesadelo vivido por um casal, interpretado por Javier Bardem e Jennifer Lawrence. Eles vivem em uma casa isolada de campo e, de repente, começam a receber visitas inesperadas, que mudam totalmente o curso do relacionamento e despertam tensões que antes não existiam.

Notícias sobre
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Esse cara não sabe nem quem dirigiu Pi. Cadê a Isabela Boscov???

    Curtir