Group 21 Copy 4 Created with Sketch.
1 Minuto com Augusto Nunes com Da Redação

O doutor em delação acabou na cadeia

Joesley, que se achava uma sumidade na arte de enganar o Ministério Público, esqueceu de lavar o batom na cueca

access_time 29 set 2017, 20h08

Na famosa conversa com Ricardo Saud, Joesley Batista garantiu que tem status de professor no curso de esperteza em que Rodrigo Janot é apenas um aluno esforçado. Na gravação recuperada pela Polícia Federal e divulgada na mais recente edição de VEJA, o campeão de bravata e bazófia confirmou que se considera um doutor em delação premiada. A um amigo afundado em delinquências, por exemplo, Joesley revelou qual é o momento certo de fechar um acordo com o Ministério Público: “Ô, meu, é a coisa mais simples do mundo, porque se você tem problema e o problema é, como se diz, batom na cueca, ô, meu, corre lá e faz a porra dessa delação”. A coisa parece que só funcionou com Janot. Tanto assim que o dono da JBS hoje come e dorme na cadeia de onde não vai sair tão cedo.  

Notícias sobre
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Paulo Cesar Martins

    Foi pra cadeia porque não pertence a nenhuma classe corporativista, fosse do judiciário, estaria livre com uma bela aposentadoria.

    Curtir