Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Twitter deve chegar à bolsa de valores nesta quinta-feira

Microblog pode arrecadar 1,62 bilhão de dólares, atingindo valor de mercado ao redor de 15 bilhões de dólares

O Twitter deve abrir nesta quinta-feira um novo capítulo em sua breve história, iniciada em 2006: a estreia na Bolsa de Valores de Nova York. A companhia elevou a oferta inicial de ações para um valor entre 23 e 25 dólares por papel – ante a faixa de 17 e 20 dólares estabelecida anteriormente -, segundo nota enviada pela empresa ao órgão regulador do mercado financeiro americano (Securities and Exchange Commission) nesta segunda-feira. Dessa forma, a empresa deve arrecadar cerca de 1,62 bilhão de dólares, podendo alcançar o valor de mercado de 15 bilhões de dólares.

Leia também:

Com IPO, Twitter terá de voar mais alto

No Brasil, fundador do Twitter garante: “Facebook não me preocupa”

Twitter, 7 anos: 200 milhões de usuários e um grande desafio

Para chegar ao mercado de ações, o Twitter adota uma estratégia diferente daquela usada por outras empresas de tecnologia. Vai para a tradicional Bolsa de Valores de Nova York, não para a Nasdaq, que reúne os papéis das companhias da chamada “nova economia”. A razão: a sequência de problemas técnicos ocorridos nos últimos meses na Nasdaq, principalmente em 2012, durante a abertura de capital do Facebook.

No dia do IPO da rede social, o sistema de negociação dos papéis falhou, fazendo com que ações da empresa fossem vendidas trinta minutos após a abertura do mercado. Estima-se que as perdas chegaram a 500 milhões de dólares. A Nasdaq terá de pagar mais de 40 milhões de dólares às corretoras pelo problema.

A Bolsa de Nova York, por sua vez, vem se preparando para o IPO, a oferta inicial da ações. Realizou no último dia 28 testes para saber se conseguiria suportar um aumento relevante do volume de pedidos de transações.

Entrevista: “Hashtag é a fogueira da era digital”, diz executivo do Twitter

No primeiro semestre de 2013, o Twitter teve prejuízo de 69 milhões de dólares, 41% mais que no mesmo período do ano passado. Nesse intervalo, a receita mais que dobrou, saltando de 122 para 253 milhões de dólares. A empresa, no entanto, já alertou: o ritmo deve sofrer desaceleração, acompanhado queda no ritmo de adesão de novos usuários – atualmente, são 230 milhões de contas.

Sua entrada na bolsa ocorre dezoito meses após a abertura de capital do Facebook na Nasdaq. Na época, foram oferecidas 421 milhões de ações, com valor unitário fixado em 38 dólares. Ao arrecadar cerca de 16 bilhões de dólares, o Facebook teve seu valor de mercado elevado para 104 bilhões de dólares.