Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PC substitui cão como fiel companheiro do homem

Pesquisa que ouviu 2.000 britânicos revela que 67% dos entrevistados julgam que o computador é mais imprescindível do que o animal

“É só uma questão de tempo para que o PC busque o seu chinelo” – Paul Allen, editor da revista britânica ‘Computeractive’

O cachorro está perdendo o posto de fiel companheiro do homem para os computadores pessoais, garante um estudo realizado por Paul Allen, editor da revista britânica Computeractive. De acordo com a pesquisa, realizada em parceria com uma organização de proteção aos animais, 67% dos 2.000 entrevistados acreditam que o PC é mais imprescindível do que o cão, ante apenas 6% que pensam o contrário.

Segundo o levantamento, 38% dos donos de cães confessam ser mais leais a seus PCs do que a seus animais. Entre os mais jovens, a desvantagem dos bichos de estimação é ainda maior: 71% dos voluntários entre 18 e 24 anos afirmam se importar mais com seus computadores do que com seus cachorros.

“Nos dias de hoje, as pessoas já podem levar seus computadores para passear. É só pensar nos notebooks e nos tablets”, brinca Allen, lembrando como a portabilidade tem mudado a rotina dos usuários. “É só uma questão de tempo para que o primeiro PC busque o seu chinelo”, completa o britânico.

De acordo com os resultados da pesquisa, os homens são duas vezes mais propensos a substituir o carinho canino por um computador em comparação às mulheres. “Com a popularização da banda larga e a queda na venda de jornais impressos, o cachorro da família perdeu o posto de responsável por buscar a edição em papel, todas as manhãs, para o seu dono”, ressalta Allen.

Mas nem todas as descobertas são negativas para os animais. Com o uso familiar dos PCs, ficou mais fácil para as pessoas buscar informações sobre como cuidar de seu cão durante todas as fases da vida dele. “A internet permite aos apaixonados por animais encontrar os melhores veterinários”, completa Allen.