Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Novo app da Line transforma ‘selfies’ em figurinhas personalizadas

Stickers podem ser compartilhados por meio do app de mensagens instantâneas da marca e também publicados nas redes sociais

Um novo aplicativo para iPhone e iPad criado pela Line, empresa japonesa dona de um dos principais rivais do WhatsApp, misturou duas paixões dos usuários de internet: os selfies, fotografias que as pessoas tiram de si mesmas, e os stickers, populares figurinhas virtuais trocadas por meio de serviços de mensagens instantâneas. O programa, que já está disponível em português, é chamado de Line Selfie Sticker e permite ajustar a foto do usuário em mais de 130 modelos de personagens.

Leia também:

Facebook e WhatsApp existirão juntos – e separados

Aplicativos recompensam seus usuários mais fieis

O novo programa da Line lembra outro app que ficou famoso no Brasil no final de 2013, chamado MomentCam. Com ele, o usuário pode ajustar imagens tiradas com a câmera em diversos modelos de desenhos organizados por temas. Atualmente, este app inclui personagens relacionados à Copa do Mundo, filmes famosos e esportes. Desde o lançamento em outubro do ano passado, o MomentCam já foi baixado mais de 10 milhões de vezes no Google Play.

No aplicativo que a Line criou, o usuário pode adicionar balões com mensagens após ajustar a foto no personagem escolhido. Os stickers estarão prontos para as pessoas compartilharem por meio de mensagens instantâneas do Line, mas também nas redes sociais, como Facebook, Instagram e Twitter.

Embora a empresa ainda não tenha divulgado nenhuma informação sobre o assunto, é possível que alguns modelos de stickers sejam vendidos por meio do app. A Line já faz isso por meio do app de mensagens instantâneas e obtém uma receita significativa com as figurinhas. A empresa não é a única a apostar na oferta de stickers por meio de mensagens instantâneas. O Facebook Messenger também possui um recurso similar.

Atualmente, o aplicativo de mensagens instantâneas Line é o segundo mais popular do mundo, com cerca de 250 milhões de usuários ativos. Em abril, executivos da empresa informaram que o serviço alcançará 600 milhões de pessoas cadastradas no final de 2014 e o total deve chegar a 1 bilhão em algum momento em 2015. O principal rival do serviço é o WhatsApp, que atualmente conta com cerca de 450 milhões de usuários ativos.