Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Menos de cinco pessoas separam você de Mark Zuckerberg no Facebook

Nos Estados Unidos, onde metade dos habitantes está cadastrada na rede, o grau de separação entre dois usuários é de 4,37

O mundo é realmente menor do que imaginávamos. Segundo um estudo realizado pelo Facebook e pela Universidade de Milão, o grau de separação entre dois cadastrados na rede social é de 4,75. Isso significa que menos de cinco pessoas separam um usuário comum de um executivo como Mark Zuckerberg.

A hipótese derruba a tese do psicólogo Stanley Milgram, que em 1967 afirmou em uma pesquisa que o grau de separação entre duas pessoas em uma rede de 296 voluntários era de seis graus.

O novo estudo, no entanto, foi baseado em um universo maior, composto por 721 milhões de usuários, mais do que um décimo de toda a população mundial. O levantamento foi publicado nessa segunda pelo Facebook em uma página voltada exclusivamente a dados estatísticos dentro da própria rede.

O experimento conduzido por pesquisadores da Universidade de Milão durou um mês e foi realizado com base em um conjunto de algoritmos desenvolvido pelos acadêmicos. Eles calcularam a distância entre duas pessoas na rede e chegaram à conclusão de que o grau de separação entre usuários desconhecidos no mundo é de 4,75. Já nos Estados Unidos, onde mais da metade dos habitantes está conectada ao Facebook, o grau de separação é de 4,37.

Em 2008, a Microsoft realizou uma pesquisa similar com um grupo de 240 milhões de usuários que trocavam mensagens através do recurso da sala de bate-papo. Os resultados apontaram para uma média de 6,6 pessoas.

Os dados na íntegra podem ser consultados na página Facebook Data Team (em inglês).