Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Marissa olha para o Brasil e Yahoo! renova design no país

Medida é o primeiro passo da companhia em processo de reestruturação local

Marissa Meyer, CEO do Yahoo!, está de olho no Brasil. Depois de apresentar a estratégia de negócio focada no mercado móvel durante a CES, feira de tendências tecnológicas realizada em Las Vegas, no começo do mês, a executiva vai expandir para a América Latina a mesma tática adotada no mercado americano, cujos pilares são “mobile first” e conteúdo. O primeiro passo nesse processo de reestruturação é o novo design do portal no Brasil, que estreia nesta sexta-feira. “Desde a entrada da Marissa no Yahoo!, a experiência do usuário passou a ser nossa principal preocupação”, explica Andre Izay, diretor-geral da companhia no Brasil.

Leia também:

Marissa Mayer: ‘Yahoo é a 2ª marca mais amada no mundo’

A mudança de design na homepage do Yahoo! no Brasil tem como objetivo oferecer a mesma experiência para os usuários brasileiros em diferentes dispositivos. Segundo o executivo brasileiro, os recursos serão iguais nas versões do portal para smartphones, tablets ou web. “Trata-se de posicionamento global. Os nossos produtos são desenvolvidos para todos os mercados em que o Yahoo! opera”, diz Izay.

Além do design, o Yahoo! Brasil também vai personalizar a exibição de seus conteúdos de acordo com as preferências dos usuários. Se uma pessoa gosta de celebridades, por exemplo, terá à disposição mais opções de conteúdo sobre famosos. Se não gosta, esse tipo de assunto não vai ganhar destaque em sua “interface particular”. Para oferecer esse sistema de personalização, a companhia utiliza uma tecnologia chamada C.O.R.E. (Content Optimization and Relevance Engine), que permite ao sistema aprender padrões de comportamento com a navegação dos visitantes. Para isso, é claro, as pessoas precisam estar logadas ao portal.

Divulgação

Divulgação (VEJA)

​A solução da companhia para oferecer conteúdo relevante está sendo testada desde 2009. Agora, a tecnologia ganhou recursos que ajudam a melhorar a inteligência do mapa de navegação. É o caso do grafo social, que avalia a interação das pessoas nas redes sociais. Além disso, os conteúdos do Yahoo! também ganharam botões para salvar um material para ler mais tarde ou excluir algo que não interessa. Essas ferramentas, aliadas à navegação e ao grafo social, contribuem para a precisão da recomendação.

Como reforça Izay, o Yahoo! é uma empresa de publicidade. Isso explica porque a Marissa deu tanta atenção às novas plataformas comerciais, ainda em fase de adequação nos Estados Unidos, em sua apresentação da CES. Seguindo um caminho já traçado por The New York Times, BuzzFeed e The Huffington Post, a companhia também passa a exibir no Brasil publicidade travestida de notícia. Bem como os demais conteúdos, as propagandas serão direcionadas e personalizadas para o usuário com base em suas preferências.

Futuro – O ano de 2014 será muito agitado para o Yahoo! no Brasil. Marissa tem pressa e por isso a operação brasileira terá que correr para acompanhar todas as mudança já implementadas nos Estados Unidos. Esse grande movimento em relação ao conteúdo visto no exterior – Katie Couric e David Pogue são apenas alguns dos talentos contratados pela companhia no final de 2013 – vai se repetir no país, mas Izay prefere não divulgar datas. Ele apenas destaca a importância da integração de conteúdo, em que usuários, blogueiros, Tumblr, agência de notícias e equipe própria dão ao portal uma maior diversidade. Isso já está acontecendo nos EUA e, naturalmente, será replicado por aqui.

Diante das mudanças, Marissa Mayer, que entrou para o seleto comitê do Fórum Econômico Mundial, pode estar com as passagens compradas para o Brasil. Nada foi confirmado por ora, mas a equipe da sede local não mede esforços para trazer ao país um dos nomes mais fortes do setor de tecnologia atualmente.