Manifestantes que foram à Paulista têm 44 anos em média

Pesquisa da Lean Survey feita por encomenda de VEJA entrevistou 380 pessoas entre 15h e 17h deste domingo

tarja O QUE OS DADOS CONTAM

Segundo estimativa da Polícia Militar de São Paulo, 1,4 milhão de manifestantes ocuparam a Avenida Paulista neste domingo para protestar contra o governo Dilma. Para o Datafolha, foram 450.000. Qualquer número mostra um dia histórico: nunca uma multidão tão grande saiu de casa para pedir mudanças.

Mais dados da pesquisa:

78% dos manifestantes querem nova eleição para presidente; só 11% pedem Temer

63% dos manifestantes acham que oposição não tira o Brasil da crise

Segundo pesquisa que colheu opiniões na Paulista, os manifestantes têm em média 44 anos. Pouco mais de 82% estão na faculdade ou já têm curso superior. Pouco mais de 67% já haviam participado de alguma manifestação; desses, 80% tinham saído às ruas contra Dilma. Confira os dados nos quadros abaixo

Para a pesquisa, a empresa Lean Survey entrevistou 380 pessoas entre 15h e 17h deste domingo. A margem de erro é de 5,03 pontos percentuais, para cima ou para baixo. Os pesquisadores dividiram a avenida em nove setores, espalhando-se pela via de forma homogênea. Como não havia dados sócio-demográficos prévios sobre os participantes do protesto, os pesquisadores escolheram os entrevistados de forma aleatória. A Lean Survey utiliza tecnologia mobile e crowdsourcing para realizar pesquisas de campo. Recentemente, foi apontada pelo Movimento 100 Open Startups como a empresa nascente mais atrativa do país.

Grafico pesquisa - perfil - VALE ESTE