Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Funcionários do WhatsApp comemoram venda para o Facebook com champanhe de 3.500 reais

Aplicativo foi comprado pela rede social por 19 bilhões de dólares

Os funcionários do WhatsApp estão proibidos de comentar a venda do aplicativo de mensagens instantâneas para o Facebook, anunciada nesta quarta-feira. Mas as comemorações estão liberadas. Para celebrar a aquisição, a empresa comprou caixas da champanhe Cristal: no mercado americano, a garrafa da “bebida que pisca” não sai por menos de 200 dólares; no Brasil, 3.500 reais.

Leia também:

Facebook compra app de mensagens instantâneas WhatsApp

Cofundador do WhatsApp foi dispensado por Facebook e Twitter em 2009

A foto das caixas da bebida foram divulgadas no perfil do Instagram de Igor Solomennikov, um dos primeiros funcionários do WhatsApp. Solomennikov entrou na companhia em fevereiro de 2009. Ele é engenheiro de software e participou de forma direta da fundação do serviço ao lado de Jan Koum.

No Instagram, não faltaram felicitações pela venda bilionária. “Vocês merecem mais e mais champanhe”, “Muito bem” e “Parabéns, garotos. Demais”, escreveram os usuários.