Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fabricante da câmera GoPro arrecada US$ 427 milhões na estreia na bolsa de valores

Valor de mercado estimado da companhia é de 2,95 bilhões de dólares

A GoPro, fabricante da câmera digital para aventureiros mais popular do mundo, levantou 427 milhões de dólares em sua oferta inicial pública de ações (IPO, na sigla em inglês). De acordo com a agência de notícias Bloomberg, o valor de mercado da companhia chega com a operação a 2,95 bilhões de dólares. Foram vendidas 17,8 milhões de ações por 24 dólares cada, valor máximo definido pela companhia. Os papéis começaram a ser negociados na manhã desta quinta-feira na Nasdaq, bolsa de valores que reúne as empresas de tecnologia, sob a sigla GPRO.

Leia também:

Vídeo: GoPro Hero 3 garante diversão até dentro de casa

Com sede em San Mateo, na Califórnia, a GoPro entregou a solicitação de IPO à Securities and Exchange Commission (SEC), órgão equivalente à Comissão de Valores Imobiliários (CVM) no Brasil, no início de fevereiro. A empresa foi fundada em 2004 e somente no ano passado vendeu mais de 3,8 milhões de câmeras.

A câmera foi criada pelo surfista amador Nick Woodman, atual CEO da GoPro. Ele reparou que só os surfistas profissionais não conseguiam registrar suas manobras e, por isso, desenvolveu o equipamento – que pode ser acoplado ao corpo, capacete ou outro equipamento.

Nos Estados Unidos, as câmeras são vendidas com preço entre 200 e 400 dólares – de acordo com a qualidade da imagem e acessórios inclusos. No Brasil, o modelo mais recente da câmera custa 1.200 reais.

Além de vender equipamentos, a GoPro distribui conteúdo gerado pelos próprios usuários por meio das redes sociais, como Facebook, Instagram e Twitter. Apenas no canal oficial do YouTube, os vídeos da GoPro já registraram mais de 500 milhões de visitas. A empresa ainda não ganha dinheiro com o conteúdo, mas planeja iniciar parcerias na área de publicidade, de acordo com os documentos enviados à SEC.