Donos de iPad são ‘ricos e egoístas’, diz estudo

Uma pesquisa americana realizada com 20.000 consumidores desvendou o perfil dos donos de iPad e afirmou que os fãs do tablet são sedentos por poder e têm pouco tempo para se preocupar com os problemas alheios.

Segundo os entrevistados, a imagem passada pelos donos do dispositivo é a de um empresário workaholic, entre 30 e 50 anos, cujo interesse primordial é ganhar muito dinheiro.

O aparelho, que chegou às lojas dos Estados Unidos em abril, deve ser vendido no Brasil em outubro, de acordo com a operadora Claro. A Apple afirmou não ter previsão de quando o tablet será comercializado no mercado local.

Tim Koelekebeck, da MyType, empresa que conduziu o levantamento nos Estados Unidos, disse que os donos de iPad são seis vezes mais suscetíveis a se encaixarem no perfil de “ricos, bem-educados, sofisticados, cruéis e egoístas”.

Ao contrário do que sugere o estudo americano, os entrevistados que possuíam o iPad se descreveram ao longo da pesquisa como “geeks independentes”.

O preço do tablet (cerca de 500 dólares) foi a principal razão pela qual os voluntários consideraram “ricos” os donos de iPad.