Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Contra Siri e Google Now, Microsoft lança assistente pessoal Cortana

Aplicativo “aprenderá” com hábitos do usuário e poderá executar tarefas usando outros apps instalados no smartphone

A Microsoft anunciou que o Windows Phone 8.1, nova versão de seu sistema operacional para smartphones e tablets, incluirá uma assistente pessoal chamada Cortana. O aplicativo, que terá a capacidade de receber comandos por voz ou texto, estará integrado ao sistema operacional e usará o Bing para pesquisar informações na web. O nome foi inspirado na personagem Cortana, assistente virtual do Master Chief, protagonista do game Halo.

Leia também:

Enfim, Microsoft leva pacote Office para o iPad

Com novo CEO, Microsoft tem que encarar mundo pós-PC

A assistente pessoal da Microsoft poderá fazer pesquisas na web, traçar rotas e gravar lembretes, mas também “aprenderá” com os hábitos do usuário: mostrará as notícias relacionadas a assuntos pelos quais ele se interessa, impedirá ligações de desconhecidos na hora de descansar e vai monitorar as condições do trânsito, para garantir que o dono do aparelho chegue na hora certa aos compromissos cadastrados na agenda. Veja como a Cortana funciona no vídeo abaixo:


Segundo a Microsoft, a nova assistente pessoal vai interagir com aplicativos de terceiros. É possível pedir para Cortana iniciar uma chamada de vídeo no Skype, para assistir um filme do Hulu, abrir o feed de notícias do Facebook ou publicar uma mensagem ou foto no seu perfil do Twitter. Para usar o app, basta tocar sobre o ícone da busca, localizada na base de todos os aparelhos com Windows Phone. Ela substituirá o acesso à página inicial do Bing.

A assistente pessoal da Microsoft chega ao mercado quatro anos depois da Siri, assistente pessoal da Apple, e dois anos após o Google Now, o aplicativo rival desenvolvido pelo gigante das buscas. Estes aplicativos, que devem se tornar a principal via de acesso às ferramentas de busca por meio de smartphones e tablets, fazem parte da estratégia para se adiantar às solicitações dos usuários, uma forma de manter a busca relevante no futuro.

Windows de graça – A Microsoft também surpreendeu o mercado ao anunciar que oferecerá o Windows Phone 8.1 e o Windows 8.1 de graça para empresas interessadas em fabricar smartphones e tablets com tamanho de até nove polegadas. Isso significa que os fabricantes de híbridos de tablet e notebook com Windows 8, geralmente com tamanho a partir de 11 polegadas, continuarão pagando pelas licenças do sistema operacional.

De acordo com o site Recode, a mudança na política de cobrança para a licença do sistema operacional vale para o Windows Phone 8, Windows 8 e Windows RT – versão do Windows 8 otimizada para tablets com processadores baseados na arquitetura ARM. No futuro, o uso do sistema operacional para dispositivos que o usuário pode vestir, como relógios, óculos e pulseiras inteligentes, também será gratuito.

Com a oferta gratuita do sistema operacional, a Microsoft tenta aumentar sua presença no mercado móvel. Atualmente, o Windows Phone é a terceira plataforma mais popular para smartphones, mas tem uma participação que o mantém distante dos principais rivais. Segundo dados da IDC divulgados em fevereiro, o Windows Phone fechou 2013 com 3% das vendas globais de smartphones. Na frente, Android e iOS representam 78,1% e 17,6% de todos os aparelhos comercializados no 4º trimestre do ano passado.