Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

American Airlines dará até 1 milhão de milhas para quem encontrar bugs em seus sites

É a primeira vez que uma companhia aérea tem um programa assim. A empresa enfatiza que os erros devem ser procurados em seus sites e não nos sistemas de voo

A American Airlines inaugurou na última semana um programa que recompensa com milhas quem encontrar bugs em seus sites e aplicativos. É a primeira vez que uma companhia aérea utiliza a prática, comum em empresas da indústria digital, como Google e Facebook. Nas outras companhias, o usual é que se ganhe dinheiro. A American resolveu dar o bônus em serviços, traduzidos em milhas que podem ser usadas para comprar passagens aéreas.

Leia também:

Contra ataques virtuais, Google recruta hackers

Hackers quebram anonimato de usuários do Secret

O objetivo é fazer com que os usuários encontrem os bugs antes de hackers criminosos e assim ajudem a prevenir ataques virtuais que, normalmente, significam grandes prejuízos para as empresas. Dentre os bugs a serem achados, estão incluídos problemas de confidencialidade, criptografia ou integridade dos dados de clientes e da companhia. Quanto mais sério o bug, mais milhas são ganhas. Quem conseguir ler os dados pessoais de um cliente, por exemplo, leva 250 000 milhas. Para chegar a 1 milhão, o prêmio máximo, o usuário precisa executar um código remoto para invadir e dominar algum dos sites ou aplicativos. Com tantas milhas, é possível ir e voltar para algumas capitais da Europa ao menos dez vezes.

A empresa deixa claro que os bugs devem ser procurados apenas nos sites ou aplicativos do grupo e não nos softwares internos de voo da empresa, já que invadir o sistema aéreo é crime. Os detalhes das regras para entrar no programa estão no site da empresa e é preciso se cadastrar no sistema de milhagem para receber os prêmios.

(Da redação)