RS instala comitê de enfrentamento da doença

O Governo do Rio Grande do Sul instalou ontem o primeiro Comitê Estadual de Enfrentamento da gripe suína, instituído por decreto pela governadora Yeda Crusius (PSDB). O Comitê Estadual para Enfrentamento de Pandemia Influenza A (H1N1) vai reforçar as medidas de proteção e informação aos gaúchos sobre a doença e promover as condições necessárias para o desenvolvimento de estratégias de prevenção e controle da pandemia, segundo informações do governo estadual. �Vamos criar protocolos e unificar as ações, desde a equipe da Rede Comunitária da Saúde, passando pela equipe dos hospitais de pequeno e médio portes, até os hospitais de alta complexidade�, informou o secretário da Saúde, Osmar Terra.

Grupos técnicos irão trabalhar em três eixos, considerados fundamentais. O primeiro é de Vigilância em Saúde, formado pelas secretarias estadual e municipal da Saúde, além do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que darão a dimensão da epidemia em cada momento, acompanhando casos suspeitos e estabelecendo procedimentos adequados de encaminhamentos pela rede de assistência.

O segundo eixo é o de Assistência, que fará o mapeamento do atendimento nos postos de saúde e nos laboratórios, além de estruturar a rede de atendimento ambulatorial e hospitalar, conforme os parâmetros necessários ao enfrentamento da pandemia. O grupo também deve cuidar do transporte de pacientes. Deste eixo, fazem parte as faculdades de Medicina do Estado, conselhos regionais de Medicina e de Enfermagem, hospitais, fundações, laboratórios gaúchos e Ministério da Saúde.

O terceiro eixo é o de Comunicação Social e Educação em Saúde, integrado pela Secretaria da Saúde e Assessoria de Comunicação Social, Ministério da Saúde, Anvisa e Casa Militar. De acordo com Osmar Terra, a população tem que ter a ideia real do que está acontecendo, sem se deixar levar por alarmes falsos.

(Agência Estado)