Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Quer viver até 100 anos? Seja positivo

Um levantamento britânico revelou que a maioria das pessoas com mais de 65 anos não se considera velha. De acordo com especialistas, esse é o segredo para uma vida longa e saudável

Somente 5% dos idosos da Grã-Bretanha, com idade entre 65 e 92 anos, se consideram velhos. Aliás, muitos afirmaram estar mais felizes do que nunca. É o que diz uma pesquisa financiada pelo site britânico Spring Chicken, especializado em vender acessórios desenvolvidos para facilitar a vida dos idosos.

Cerca de 30% dos participantes também afirmaram que, se pudessem escolher, permaneceriam na idade atual e 22% disseram que o passar dos anos lhes trouxe um sentimento de confiança desconhecido até então. As informações são do jornal britânico The Telegraph.

“Ser ‘velho’ é apenas um estado de espírito. O processo de envelhecimento começa por volta dos 30 anos, mas, para a maioria das pessoas, não deveria ser um problema até os 90 anos. Entretanto, devido a uma combinação de fatores, como o envelhecimento em si, a perda da boa forma física e o desenvolvimento de doenças, as pessoas podem começar a se sentir velhas aos 65 anos”, disse Muir Gray, especialista em envelhecimento e Chief Knowledge Officer do Serviço Nacional de Saúde (NHS, na sigla em inglês) britânico, ao The Telegraph.

Leia também:

Grã-Bretanha é o melhor lugar para ‘morrer bem’

Como hábitos diários podem influenciar a longevidade

A pesquisa também revelou que a maioria dos idosos está fazendo tudo o que pode para cuidar da saúde conforme envelhece. Inclusive, 25% disseram que cuidam mais da pele agora, do que quando eram jovens e 28% afirmaram que fazem mais exercício do que nunca. Quase 40% dos entrevistados disseram ser “mais cuidadosos com sua dieta e alimentação” e metade afirmou jogar jogos de aptidão para o cérebro ou fazer palavras cruzadas e quebra-cabeças frequentemente.

Mas, de acordo com o especialista da NHS, o segredo para uma vida longa e saudável é adotar uma atitude positiva. “Com a perspectiva e o estilo de vida corretos, você pode reduzir o risco do desenvolvimento de doenças, minimizar os efeitos de qualquer condição que pode se desenvolver e permanecer jovem até os 90 anos ou mais”, afirmou Gray.

Anna James, fundadora do Spring Chicken, ressaltou que a pesquisa comprovou a máxima seguida por muitos: “você é tão velho quanto se sente”. “Queremos que a sociedade foque no que pode e deveria estar fazendo para viver mais e melhor, em vez de classificar as pessoas como velhas. É claro que existem algumas partes do corpo que funcionam pior do que quando éramos mais jovens, mas, graças aos últimos avanços há solução para a maioria destes problemas”, disse ao The Telegraph.

(Da redação)