Quer ter uma vida longa? Faça amigos

“Ter um relacionamento seguro e se sentir amado, faz com que você viva muito mais seguro e calmo”

Pessoas que não mantêm uma vida social ativa têm 50% mais chance de morrer cedo do que aqueles que vivem rodeados de amigos e familiares. Quem vive bem conectado com o mundo vive em média 3,7 anos a mais, mostra uma pesquisa recente realizada pelas universidades americanas de Utah e da Carolina do Norte.

A taxa de mortalidade dos solitários é tão alta quanto à de um alcoólatra, enquanto fazer amigos é tão benéfico quanto parar de fumar. Para chegar a estas conclusões, os cientistas analisaram dados de mais de 300.000 pessoas em mais de 148 estudos realizados ao longo de três décadas. De acordo com eles, a morte está ligada à solidão tanto em homens como em mulheres, independentemente da faixa etária e da saúde.

“Amigos facilitam sua vida, todos os dias. Eles podem te emprestar dinheiro ou dar carona, por exemplo. Também te incentivam a ter uma vida mais saudável, consultar um médico, praticar mais exercícios. Eles ainda ajudam você, indireramente, fazendo-o sentir que tem algo pelo qual viver”, descreve Bert Uchino, o professor que coordenou a pesquisa. Segundo ele, quem recebe apoio emocional de pessoas próximas aprende a lidar melhor com os problemas. “Ter um relacionamento seguro e se sentir amado, faz com que você viva muito mais seguro e calmo.”