Quem para de fumar também diminui consumo de álcool

Ao contrário do que se imaginava, novo estudo mostrou que fumantes que querem largar o vício tendem a beber menos do que os que não tentaram parar de fumar

Parar de fumar, ou pelo menos tentar parar, pode ajudar a reduzir o consumo de álcool. Um estudo publicado recentemente na revista científica BMC Public Health, mostrou que, ao contrário do que se acreditava, tentar largar o cigarro não aumenta a ingestão de álcool. Pelo contrário, diminui.

Para chegar a essa conclusão, pesquisadores da Universidade College London, na Inglaterra, analisaram os resultados de pesquisas domiciliares que incluíam 31.878 pessoas com 16 anos ou mais. Entre março de 2014 e setembro de 2015, 6.278 dos entrevistados relataram fumar. Desses, 144 tinham tentado largar o vício na semana anterior à pesquisa.

O levantamento também pedia que os participantes completassem um questionário sobre seu consumo de álcool. Isso permitiu que os pesquisadores comparassem o consumo de álcool dos fumantes que tinham tentado largar o vício com o daqueles que não tinham tentado parar de fumar na semana anterior à pesquisa.

Os resultados mostraram que os participantes que tinham tentando parar de fumar consumiam menor quantidade de bebida alcoólica em geral do que aqueles que não tinham tentado largar o vício. Além disso, essas pessoas também tendiam a beber menos em binge – ingerir pelo menos cinco doses de bebida alcoólica, no caso dos homens, ou quatro doses, no caso das mulheres, em um período de duas horas – e eram mais propensas a ser classificadas como pessoas que bebem pouco.

Leia também:
Quer parar de fumar? Largue o cigarro de uma vez — não aos poucos
Cigarro associado ao álcool piora a ressaca do dia seguinte

Essa descoberta se opõe a estudos anteriores que afirmavam que parar de fumar pode aumentar o consumo de álcool, alimentando a crença de que o álcool seria uma forma de compensar a falta do cigarro.

Uma possível explicação para essa associação, de acordo com os autores, é que fumantes que estão tentando largar o vício podem também reduzir intencionalmente o consumo de álcool a fim de evitar a recaída. Pode ser também que pessoas que normalmente consomem menos álcool são mais propensas a parar de fumar.

Os autores acreditam que os resultados indicam que fumantes que tentam parar não irão, necessariamente, recorrer à cerveja ou à taça de vinho para preencher o vazio do cigarro. 

“Esses resultados vão contra a visão comum de que as pessoas que param de fumar tendem a beber mais para compensar. É possível que elas estejam ouvindo os conselhos de evitar o álcool por causa de sua ligação com a recaída.”, diz Jamie Brown, principal autor do estudo.

De acordo com o Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos (NIH, na sigla em inglês), o consumo de álcool pode agir como um gatilho para o tabagismo, prejudicando a tentativa das pessoas pararem de fumar.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. José Lourenco

    Parei de fumar há muitos anos e gosto de uma bebidinha. Pesquisa fajuta!

    Curtir